Notícias

O CRA-SP Educa, projeto de educação a distância do CRA-SP, acaba de ganhar um novo parceiro de peso: o Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Pela parceria, mais de 100 cursos online e totalmente gratuitos nas áreas de empreendedorismo, planejamento, finanças, mercado e vendas, inovação, entre outras, estão disponibilizados na plataforma do Conselho.

A parceria também terá a inclusão de outros conteúdos, inclusive aqueles do Programa Empreenda Rápido, curso que pretende capacitar 1 milhão de pessoas em quatro anos com o objetivo de promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável de pequenos negócios, gerando ocupação e renda.

A anúncio da parceria, feito na Reunião Plenária do CRA-SP realizada na última segunda-feira (20), contou com a participação do Adm. Ivan Hussni, diretor técnico do Sebrae. Na ocasião, além de explicar como funciona o Programa Empreenda Rápido, Hussni agradeceu o bom relacionamento do Conselho com o Sebrae e ressaltou a importância do registro profissional que, segundo ele, viabiliza o exercício da profissão de forma segura.

Empreenda Rápido  

O programa de capacitação Empreenda Rápido, do Sebrae, tem como público principal pessoas físicas e empreendedores MEI e, conforme explicou Hussni, se difere de outras iniciativas ao entregar todas as etapas da gestão de um negócio, englobando diversas fases que ajudam o empreendedor no início da sua jornada. O Programa compreende conteúdos para qualificação empreendedora, qualificação técnica e formalização e regularização, além de proporcionar acesso à crédito orientado e a novos mercados.

Para ajudar nessas etapas, o Programa conta com parceiros importantes. Na área da qualificação técnica, por exemplo, o Sebrae mantém convênios com o Senac, o Senai, o Senar, o Centro Paula Souza, entre outros. Para apoiar as vendas e as operações dos negócios, os egressos do Programa podem vender seus produtos ou serviços, sem nenhuma taxa, em marketplaces já consolidados: o Helpie! (para serviços como eletricista, encanador, pintor etc.), o Magalu (para comércio de produtos em geral), e o Pertinho de Casa (para comercialização de produtos locais, inclusive do agronegócio). “Todos que entraram em uma dessas plataformas por meio do nosso Programa conseguiu vender uma média de 25 a 30% mais do que já vinham vendendo”, contou Hussni.

Acesso ao crédito

Outro importante apoio dado pelo Programa refere-se à concessão de crédito. Todos aqueles que participam do Empreenda Rápido têm a possibilidade de conseguir capital de uma forma muito mais rápida e desburocratizada. Conforme explicou o diretor-técnico do Sebrae, as linhas de crédito variam de acordo com o tipo do empreendedor. Um MEI, por exemplo, que fizer o curso e apresentar um plano de negócios possível de ser realizado, tem acesso a até R$ 15 mil a juro zero. “Hoje fala-se muito de crédito, mas no final esse dinheiro não chega no empreendedor. Esse crédito disponibilizado pelo Programa pode ser usado para capital de giro, para investimentos, para pagar dívidas antigas, enfim, fazer o que ele achar melhor dentro do negócio que será construído junto com um consultor do Sebrae”, explicou Hussni.

Para o diretor, o Programa é uma importante ferramenta para a continuidade dos atuais negócios, além de favorecer a entrada de novos empreendedores. “Sob a ótica dessa nova realidade em que estamos vendendo 30, 40% menos, estamos ensinando esse empreendedor a rapidamente reorganizar os seus custos fixos e variáveis sob a ótica da nova receita e, então, ter a fórmula para sobreviver por esse período, além de se preparar para um novo mercado que está chegando com grandes oportunidades, apesar das atuais dificuldades”, finalizou.

Para saber mais sobre os mais de 100 cursos e conteúdos disponibilizados pelo Sebrae, inclusive o Programa Empreenda Rápido, acesse a plataforma do CRA-SP Educa