Notícias

O Conselho Regional de Administração de São Paulo finalizou o projeto-piloto de produção de energia solar através da instalação de painéis fotovoltaicos no telhado do Espaço Manacá, casa de eventos localizada na sede do CRA-SP. A iniciativa, que contou com o apoio do Grupo de Excelência em Negócios de Energia do CRA-SP, iniciou-se em maio de 2018, sendo um dos exemplos das atividades desenvolvidas pelo Conselho como signatário do Pacto Global da ONU, honra conquistada em 2017. 

Toda a energia produzida através desse sistema será revertida para o CRA-SP sob forma de créditos em futuras contas, o que resultará numa economia considerável a longo prazo. A previsão é de que a recuperação do que foi investido em todo o projeto aconteça nos próximos  três ou quatro anos.

Além dos painéis fotovoltaicos instalados no Espaço Manacá, 15 postes solares serão distribuídos em pontos de baixa iluminação da sede do CRA-SP. Ao todo, cerca de 10 mil metros quadrados receberão iluminação oriunda de fonte energética limpa, ou melhor, de recursos renováveis como o Sol. Cada poste desse tem a capacidade de iluminar por, aproximadamente, 8 horas seguidas.

Nesta terça-feira (03), alunos da Universidade Federal de São Paulo, em maioria do curso de Administração, foram apresentados ao Projeto de Energia Solar do CRA-SP. O encontro aconteceu devido uma parceria que o Conselho tem com a instituição de ensino superior.